Sistema Linfático – Circulação e defesa

Sistema Linfático
Ele realiza duas funções básicas:

  • a defesa contra organismos estranhos (como bactérias) e
  • ajuda com o transporte de líquidos e de matéria através da circulação da linfa dos interstícios do tecido e do aparelho digestivo para o sangue.

Cerca de 2,8 a 3,7 litros do líquido em circulação é do sistema linfático. Esse líquido é conhecido como linfa, e é reabsorvido no plasma somente através dos vasos linfáticos. A linfa contém células chamadas linfócitos e macrófagos, que fazem parte do sistema imunológico.

sistema linfático

rede de vasos do sistema linfático

Rede Linfática
Esta rede contém vasos que se estendem por todo o corpo e que filtram o líquido que vem da área ao redor das células. A linfa circula apenas em uma direção e retorna ao sangue através da paredes dos vasos sanguíneos pequenos. Existem válvulas que impedem a linfa fluir na direção oposta. Os gânglios linfáticos filtram os  microorganismos nocivos da linfa, que retorna através dos vasos sanguíneos para manter o equilíbrio dos fluidos do corpo. Junto com os glóbulos brancos, o linfonodos são responsáveis pela manutenção do sistema imunológico.

Tecido linfático

No sistema linfático há linfócitos (também encontrado no sangue e em outros tecidos) e macrófagos. Juntos, eles constituem parte do sistema imunológico. Aqui bactérias invasoras são devorados pelos macrófagos enquanto os linfócitos B  levam informações a partir da superfície da bactéria para que elas  ”reconheçam” outros invasores similares.

Os linfócitos B são ativados e ao reconhecer um patógeno dividem-se em células plasmáticas e células de memória. A células plasmáticas secreta milhares de moléculas de anticorpos por segundo, que são transportados pelo sangue para o local da infecção. As células de memória, aprendem todas as informações sobre o antígeno, e, quando confrontados com uma nova invasão, mais uma vez se dividem rapidamente, a fim para lidar com isso.

Os anticorpos, também chamados de “imunoglobulina”, são proteínas em forma de “Y”, com armas únicas para cada tipo específico de anticorpo. É esta característica que lhes confere a um antígeno específico. Sua função é a de  ”marcar” os invasores, que podem ser destruídos pelos macrófagos.

BAÇO

O maior órgão linfático, que executa tarefas específicas, tais como a filtragem do sangue, produzindo células brancas do sangue, e eliminando as células sanguíneas de idade. Ele também armazena sangue. A baço pode pesar entre 100 e 250 g. Trata-se de 12 cm de comprimento e 7 cm de largura. Localiza-se atrás e abaixo do estômago.

TIMO
Uma glândula constituída por dois lobos, localizado na parte superior secção do esterno ( no meio do peito). Ela se desenvolve durante a puberdade e em seguida, começa a declinar, transformando-se em um massa de tecido conjuntivo. O timo se transforma no sangue células produzidas na medula óssea em linfócitos T especializados .

OSSO – MEDULA
Juntamente com o timo e o baço, a medula ósseas constitui os tecidos do sistema linfático, cuja função é a amadurecer os linfócitos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>